Motorista gente boa homenageado em MS

Nesse clima de natal, nada mais agradável do que nos lembrarmos das coisas que realmente importam na vida, entre elas: as relações humanas.

O senhor Sérgio de Carvalho Vetoriano (58), natural de São Paulo capital, recebeu um presente de seus admiradores essa semana! Confira o vídeo abaixo (publicado originalmente na página Segredos do Busão – CG).

Senhor Sérgio recebendo o presente

Entramos em contato com o sr Sérgio, por meio de sua filha Tai Carvalho que puxou a atenciosidade do pai, para conhecer um pouco melhor essa pessoa que cativa os passageiros com sua simpatia e bom humor.

Cafemática: Há quantos anos o senhor trabalha como motorista?

Sr. Sérgio: Tenho 35 anos nessa profissão.

C: Pode citar o que te desagrada e agrada no trabalho?

SS: Me desagrada muito o trânsito caótico, galhos de árvores e a sinalização quando mal feita. E acho muito bom encontrar boas pessoas, conhecer histórias, o respeito das pessoas ao me receberem com um “bom dia”, “boa tarde” ou se despedirem com um “bom trabalho”… Esse tipo de respeito já agrada. Amigos ao redor, companheiros de trabalho e a chefia da empresa que reconhece seu trabalho também .

C: Como foi que aconteceu essa homenagem das pessoas no ônibus, conta a história toda pra gente?

SS: São cerca de 10 a 12 alunos que pegam ônibus na frente do mercadão. Desde a primeira vez eu cumprimento um por um. Com uma caixinha de som, me perguntaram se podiam ouvir som lá atrás (no fundo do ônibus) e eu disse que sim. Desceram no terminal, me agradeceram: “Boa noite, bom descanso”… E no dia seguinte mesma coisa. Perguntaram meu nome, respondi que era “Sérgio” e já começaram a cumprimentar com “Boa noite, Sr. Sérgio”. No outro dia eles queriam saber se tenho apelido e eu disse que era “Papi” (mas eu não tenho esse apelido, falei pra brincar com eles), mas na hora eles disseram “Boa noite, Papi, bom descanso até amanhã“. Todos eles falavam parecendo um coral. No outro dia perguntaram o que eu queria ganhar de natal, porque iriam entrar de férias e não me veriam mais, e eu não sabia o que pedir. Eles disseram que eu poderia pedir qualquer coisa e eu disse “Celular eu tenho…” insistiram e eu lembrei da caixinha de som. Eles disseram, tudo bem. De longe, antes de chegar no ponto, quando vejo eles já batem palmas esperando eu chegar, todas alegres e animados, sempre com brincadeiras com todo respeito e educação. Cantam música sertaneja antiga, músicas que eu gosto e eles também. No dia que me entregam o presente, vi eles de longe da mesma maneira contente acenando pra mim, eles embarcaram no ônibus, todos me cumprimentaram e, antes de sair, já falaram que havia um presente. E quando o semáforo fechou me entregaram o presente, com toda alegria. Eu nem sabia que estavam filmando, pensei que fosse fotos. Cheguei em casa alegre contei pra minha família. No dia seguinte de manhã minha filha acordou e disse que tinha um vídeo meu na internet, perguntei quem podia ver e ela disse “todo mundo”. A repercussão me animou, pois eram tantas pessoas que eu nunca vi falando coisas boas, desejando positividade. Estou muito feliz com tudo isso. Quando você recebe algo bom e passa isso adiante tudo fica bem… Sei que isso vai passar, mas estou curtindo o momento. É como brinco, às vezes, com meus filhos:

na vida tudo é passageiro menos eu que sou o motorista

C: Muito bom ver o senhor feliz com seu trabalho. Pode deixar um recado para as pessoas que trabalham infelizes em seus empregos?

SS: Se não gosta do emprego, não adianta porque a vida não anda… Quando embarcar um cadeirante, devo ter paciência, carinho e respeito, assim como eu gostaria de ser tratado. Uma pessoa idosa precisa de paciência, tanto pra embarcar quanto para desembarcar, pois tem dificuldade pra descer escada. Uma mulher grávida ou com criança no colo, espero ela entrar passar a catraca e sentar pra seguir. Acredito que se por no lugar do outro faz você ter outra visão das coisas. São coisas da profissão. Eu gosto da empresa onde eu trabalho, todos me respeitam . Se a vida der um limão, faça uma limonada e deguste.

C: Se houver mais alguma coisa que ele queira falar e eu não tiver perguntado, fique a vontade, Sr. Sérgio.

SS: trabalho na Aviação Cidade Morena, todos os dias trabalho contente, amo minha profissão, sou grato pelos meus companheiros e pessoas do meu convívio. Acredito que salvar o mundo é um sonho distante, mas ao meu redor posso dar o meu melhor .

Sr. Sérgio, posando pra foto especialmente pra nos desejar boas festas!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: