CAFEMÁTICA | Um ideal

Afinal, num país onde as pessoas sentem minguar a esperança de uma vida melhor a cada dia que passa, nunca é demais lembrar que: NÃO HÁ CONHECIMENTO QUE NÃO SEJA PODER.

Fernando da Silva Batista, professor mestre em Educação Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), 30 anos (completados hoje, dia 21 de julho), atualmente lecionando na mesma universidade.

Durante os três primeiros semestres que cursei Licenciatura em Matemática, na UFMS, a minha sala era muito unida e usávamos os intervalos das 15h00 para nos reunirmos sob a sombra de uma frondosa árvore da unidade I, tomarmos café e conversamos sobre diversos temas (Matemática, aulas, a vida…). Sempre eram reuniões agradáveis com muitas risadas e com a presença de praticamente toda a turma. Certa tarde, indo para mais uma dessas reuniões, resolvemos que o grupo merecia um nome e, até hoje, não sabemos ao certo se fui eu ou um amigo que sugerimos Cafemática. Apenas sabemos que foi unânime, todos adoraram o nome e, para nós, o seu significado era óbvio: Café com Matemática.  E isso simbolizava nossas reuniões onde, além de rirmos juntos, trocávamos ideias, experiências de vida e recuperávamos o fôlego para continuar a jornada.

Com o tempo, infelizmente, o grupo se desfez e ocorreu o que costuma ocorrer nos cursos de exatas pelo país: um alto índice de desistência. Das reuniões restaram os laços de amizades e, da minha parte, o nome. Perguntei ao amigo, que divide comigo a dúvida sobre qual de nós criou o nome, se eu poderia usá-lo para a criação de um canal no Youtube e ele disse que tudo bem. Foi aí que iniciei as primeiras publicações na internet no canal Cafemática: Café com Matemática.

O objetivo dos vídeos é, desde o princípio, auxiliar o máximo de estudantes e professores que eu conseguir alcançar ensinando o que sei sobre Matemática e Programação. Penso que posso auxiliar meus colegas de profissão no seguinte sentido: os conteúdos das aulas de Matemática do ensino médio e fundamental são diversos e eles precisam ministrar aulas para turmas que são bastante heterogêneas, ou seja, cada um dos quarenta alunos por turma terá suas dificuldades particulares, muitas vezes com dúvidas acumuladas ao longo dos anos, tornando impossível a tarefa de sanar cada uma dessas dúvidas. É aí que desejo poder fazer alguma diferença positiva! Afinal, os estudantes já utilizam há alguns anos a internet como ferramenta de estudos, desse modo, sinto que é nas redes que preciso estar, pois é onde o público procura auxílio.

Além da compreensão de Matemática, enxergo o conhecimento sobre Programação como uma necessidade urgente do mercado. Para muitas profissões é importante saber o elementar sobre o assunto e ao meu ver, para nós professores, é fundamental que estejamos atentos à essa necessidade, pois faz parte de nossas atribuições prepararmos os estudantes para o mercado de trabalho. Desse modo, busco também explorar temas como programação em Python, HTML, Javascript, C++ e LaTeX.

Acredito que há espaço para todos os tipos de público e conteúdo na internet e meu maior sonho com o Cafemática é conseguir alcançar um número expressivo de pessoas interessadas em aprender aquilo que me disponho a ensinar. Afinal, num país onde as pessoas sentem minguar a esperança de uma vida melhor a cada dia que passa, nunca é demais lembrar que:

NÃO HÁ CONHECIMENTO QUE NÃO SEJA PODER.

Ralph Waldo Emerson

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: